Hot

Hipertensão, o mal da vida moderna. Saiba como combater e prevenir.

Vamos fazer barulho para espantar esse mal silencioso!

Não há doença mais democrática do que a hipertensão. Ela atinge homens, mulheres, idosos,  adolescentes e até crianças! Uma em cada quatro pessoas tem pressão alta e as mulheres encabeçam essa estatística. Um dos principais motivos que levam as mulheres a apresentarem mais problemas do que os homens é a redução hormonal característica da menopausa.

A pressão alta está entre as principais causas de infarto, acidente vascular cerebral e derrame. Fatos tão preocupantes requer medidas firmes de cada um de nós.

Seu combate e prevenção são tão importantes que existe até uma data especial: dia 26 de abril.  

 

Os dados assustam

Em apenas 29% das consultas médicas no Brasil se faz a medição da pressão. Apenas 23% dos hipertensos controlam corretamente a doença. 36% não fazem controle algum e 41% abandonam o tratamento, após melhora inicial da pressão arterial. (Sociedade Brasileira de Hipertensos)

Hipertensão, ou pressão alta, é ter a pressão arterial igual ou maior do que 14 por 9. A pressão se eleva por vários motivos, mas principalmente porque os vasos nos quais o sangue circula se contraem. O coração e os vasos podem ser comparados a uma torneira aberta ligada a vários esguichos. Se fecharmos a ponta dos esguichos a pressão lá dentro aumenta. O mesmo ocorre quando o coração bombeia o sangue. Se os vasos são estreitados, a pressão sobe.

Taxas da pressão arterial:

Normal – abaixo de 120 por 80

Pré-hipertensão / pressão elevada – de 121 por 81 a 139 por 89

Hipertensão – acima de 140 por 90

Doença silenciosa

Entre os principais fatores que podem levar a hipertensão estão o sobrepeso e obesidade, a má alimentação, o sedentarismo, o tabagismo e, em alguns casos, o fator hereditário: indivíduos com pais hipertensos têm 30% de chances de também o ser.

Na grande maioria das pessoas a pressão alta não causa sintomas, sendo considerada uma “doença silenciosa”. Quando um indivíduo sofre com uma hipertensão arterial grave ou prolongada, e não tratada, seus sintomas começam a se apresentar de muitas maneiras:  dores de cabeça, vômito, dispnéia ou falta de ar, agitação e visão borrada decorrência de lesões que acabam por afetar o cérebro, os olhos, o coração e os rins. Essas graves consequências podem ser evitadas desde que os hipertensos conheçam suas condições e mantenham-se em tratamento adequado.

Segundo especialistas o aumento da hipertensão está ligado aos hábitos de vida. O brasileiro tem desempenhado um trabalho cada vez mais intelectual e sedentário, combinado à alimentação industrializada e consequentemente ao aumento de peso.

Mexa-se!

Um  hábito importante no controle e prevenção da hipertensão é a prática regular de atividades físicas, especialmente exercícios aeróbicos. Estudos comprovaram que pessoas ativas apresentam um risco 30% menor de desenvolver hipertensão arterial, quando comparadas às sedentárias. Para começar, vale seguir algumas dicas: 

. Visite seu médico e meça sua pressão arterial pelo menos uma vez por ano.

. Pratique algum tipo de atividades físicas. De preferencia, diariamente!

. Mantenha o peso ideal, evite a obesidade.

. Adote alimentação saudável: pouco sal, sem frituras e mais frutas, verduras e legumes.

. Reduza o consumo de álcool. Se possível, não beba.

. Abandone o cigarro.

. Nunca pare o tratamento: ele é para a vida toda.

. Evite o estresse. Tenha tempo para a família, os amigos e o lazer.

. Siga as orientações do seu médico ou profissional da saúde.

Menos sal, por favor!

A ingestão excessiva de sal é um dos principais fatores de risco para o aumento da pressão arterial. Segundo o Ministério da Saúde, o brasileiro consome uma média de 12 gramas de sódio todos os dias. O valor é quase o dobro do recomendado pela Organização Mundial da Saúde, de menos de 5 gramas por dia.

Importante lembrar que o sal está presente em diversos produtos  industrializados, embutidos e, até mesmo, em adoçantes artificiais e em bebidas diet!  Por isso, vale uma atenção especial na hora de escolher os alimentos. Existe até uma cartilha com os 10 passos para uma alimentação saudável. Mas vale a regra da comida de verdade: descasque mais e desembrulhe menos! Priorize o consumo de frutas, verduras, legumes e cereais integrais. Escolha laticínios com baixo teor de gordura. Reduza a ingestão de carne vermelha, doces, industrializados e bebidas com açúcar.

Sal de ervas

Vimos que o sal é um dos principais vilões, então que tal optar pelo sal de ervas? Uma alternativa benéfica à saúde que tem conquistado cada vez mais adeptos. Além de te ajudar a diminuir o consumo de sódio, esta mistura possui as propriedades das ervas utilizadas, potencializa o sabor natural dos alimentos e permite ainda inúmeras combinações dando um toque especial aos mais variados pratos.

É muito fácil de fazer! Veja essa receita, divulgada pelo ministério da saúde com 4 ervas poderosas para adicionar mais sabor à sua alimentação: 

  • Alecrim: erva antioxidante e cicatrizante. Rico em vitaminas do complexo B, vitamina A e C, ferro e cálcio.
  • Manjericão: anti-inflamatório e calmante. Rico em vitamina K, cálcio, magnésio e ferro.
  • Orégano: antifungicida e anti-inflamatório, antibactericida. Rico em vitamina A, C, K e complexo B, além de cálcio, ferro e potássio.
  • Salsinha: anti-inflamatória, digestiva, diurética. Rica em ferro e vitamina C.

O ideal é usar as ervas secas, que trazem maior durabilidade à mistura. Bata todo os ingredientes no liquidificador ou com um mixer e guarde em pote de vidro bem fechado. Utilize no lugar do sal comum. Tem validade de 4 semanas. 

Suplementos manipulados

A equipe Buenos Ayres tem algumas sugestões que podem te ajudar a cuidar da saúde:

 

 

Coenzima Q10 é uma forte aliada. Tem ação antioxidante e ainda protege a saúde do coração. É uma substância essencial para a saúde de todos os tecidos e órgãos humanos. É produzida naturalmente pelo organismo mas a partir dos 30 anos sua quantidade decai e precisa ser suplementada.

 

 

Outra sugestão é o Resveratrol, um poderoso antioxidante que combate os radicais livres que danificam as células e promovem o envelhecimento precoce. Ajuda a prevenir doenças do coração, a baixar o colesterol LDL, reduzir inflamações crônicas e o risco de desenvolvimento de Alzheimer. Todas essas propriedades do Resveratrol atuam em conjunto para proteger o organismo e pode ajudar a prolongar a vida saudável.

 

E voce pode escolher entre as duas sugestões de Resveratrol: em cápsulas ou então na forma de bombom com chocolate funcional 50% cacau.

Em caixas com 30 unidades, é ideal para que você cuide da sua saúde com muito sabor.

A caixa contem 30 unidades de 10 g cada e a base de chocolate não contém glúten,  açúcar ou leite e é adequada para o consumo de diabéticos, veganos, celíacos, alérgicos a proteína do leite ou soja e intolerantes à lactose.

Vale lembrar que o cacau é rico em polifenóis e flavonoides, que também possuem efeito antioxidante. 

 

Fale conosco!

Quer outras sugestões para cuidar da saude e combater esse mal silencioso? Fale com nossa equipe farmacêutica. Basta preencher o formulário abaixo:

 
 


 
 
42 / 45
WordPress Theme built by Shufflehound. Laboratório Buenos Ayres
CNPJ: 60.853.694/0001-31
Rua Sergipe, 120, Consolação, CEP 01243-000, São Paulo-SP
RT: Marisa Marques, CRF 12246